-

CONTAINER na arquitetura

O container foi inventado em 1937 pelo americano Malcolm McLean, e revolucionou a indústria de transportes. Em vez de deixa-los abandonados, nada melhor que reaproveita-los para criar espaços, moradias, escritórios, cafés, hotéis, experimentando novos conceitos e desenhos no design e arquitetura; e com menores custos, se comparado a construções convencionais. Já há alguns anos, o container se tornou uma grande novidade no quesito reaproveitamento!

Feitos de aço, os containers são resistentes e têm longa durabilidade. Além disso, são leves e confeccionados sob uma padronização para o perfeito encaixe. Nas construções, é ideal forrá-los com isolante térmico. É possível usar tintas à base d’água, painéis solares, teto verde, entre outros elementos que tornam a construção ainda mais sustentável.

E ainda pode ser bem bacana unir o conceito do container a uma construção convencional já existente, readequando ou otimizando seu uso.

Confira alguns projetos super modernos pelo Brasil e pelo mundo:

CONTAINERCITY_2210000bContainer City, na Inglaterra. Concebida pela Urban Space, é um conglomerado de containers de vários formatos, encaixados flexivelmente, criando uma construção modular altamente versátil, que oferece acomodações elegantes e acessíveis para uma gama de utilizações.

 

9-sala-de-espera

 

10-sala-de-espera_agencia 99 cidade caboSala de espera da Agência 99c, na Cidade do Cabo, África do Sul – projeto Inhouse Brand Architects.

 

i265321

decameron_mk27Loja Decameron, em São Paulo – projeto Studio MK27.

 

container-house-9Casa de hóspedes, nos EUA – projeto Poteet Architects.

 

8-banheiro eco-transportavel casa cor bhBanheiro eco-transportável, Casa Cor Belo Horizonte – projeto Sérgio Viana e Jonathas Vallev (modificados para aproveitar a luz natural).

 

casaecozinha.com_casa_casacor_2015_conteinerCasa Container, Casa Cor SP 2015 – projeto Daniel Kalil e Karinna Buchalla. Casa completa, com deck e piscina.

 

cafe container sao pauloCafé Container, em São Paulo.

 

0t9a9533Cozinha Container – 13ª Expo Revestir – Projeto Vitor Penha. (Foto: Edu Castello)

 

O requinte no uso de materiais brutos

Não é de hoje que o uso de materiais brutos na arquitetura sem sendo tendência. Evidenciar os materiais pode resultar num projeto com bastante personalidade. Mas não é a falta de acabamentos que torna o projeto mais simples. O uso de materiais brutos exige mais elaboração e percepção.

Por ser mais atemporal, essa escolha acaba não sendo prejudicada com os modismos. Além disso, este tipo de construção pode otimizar o projeto, resolvendo questões estruturais e de acabamento ao mesmo tempo.

Confira alguns exemplos do que vem sendo usado, e inspire-se para o seu projeto!

01 CONCRETO__

02 CIMENTO__       Projeto Diego Revollo

03 PEDRAS__

04 TELHA__      Maurício Nóbrega – Casa Cor Rio

05 MURO__   Duda Porto – Casa Cor Rio. Muros de gabião: aço, pedra, malha metálica.

 

Barcelona respira arquitetura!

Para estrear a sessão #issomeinspira, nossa arquiteta vai contar para nós um pouco sobre a arquitetura da linda Barcelona! Inspire-se e apaixone-se!

 “A rua mais famosa da cidade “passeig de gracia” era a rua da alta sociedade, portanto conseguimos ver uma grande briga pela fachada mais bonita e moderna da época! E é aí que entra Gaudí, um dos arquitetos modernistas mais renomados do mundo!

O pathwork de azulejo, a releitura da natureza em tudo e a riqueza de detalhes, criam arquiteturas exuberantes que me inspiram e MUITO! Entre os principais locais que visitei e amei foi a rua passeig de lãs gracias, onde fica a casa batló. O parque guell apresenta seus arcos exuberantes e a sagrada família com seu teto todo esculpido em mármore (parece uma floresta).

Minha dica é: subir nas torres da sagrada família com o elevador, é muito legal! Mas, fazer o upgrade a pé nas escadarias é melhor ainda! Você consegue ficar na mesma altura das torres e a vista da cidade de lá de cima é DEMAIS! Vale muito a pena, sensacional!!

Como morei em Sevilha por 8 meses, tive a oportunidade de ir para Barcelona várias vezes! Sem dúvida, é a minha cidade favorita da Espanha! Cidade de praia, animada, gente na rua até a noite, o calçadão é cheio de restaurantes e casas noturnas e há muitos locais para você visitar!

Ah! Não deixe de visitar o pavilhão do Mies – arquiteto tão famoso quanto Gaudí – é emocionante! No meu quarto ano de arquitetura estudamos de perto este projeto, e eu me senti andando dentro de uma maquete!”

Gostou? Na semana que vem tem mais!

barcelona ESPANHA 2011

barcelona ESPANHA 2011 (6)

barcelona ESPANHA 2011 (5)

barcelona ESPANHA 2011 (4)

barcelona ESPANHA 2011 (3)

Tudo sobre portas de correr!

As portas de correr foram desenvolvidas para serem abertas com o movimento de deslizar, por esse motivo, elas são a solução em diversos ambientes da casa!

A grande vantagem é que elas quase não ocupam espaço, por isso são ideais para ambientes pequenos. Por exemplo, em um ambiente onde a entrada fique no meio da parede, uma porta comum pode ocupar espaço e atrapalhar a circulação, assim como em corredores pequenos, por isso a porta deslizante é fundamental, principalmente na hora do planejamento para construir uma casa.

Já em ambientes integrados, as portas de correr funcionam bem para permitir a comunicação entre esses ambientes, assim como oferecer privacidade entre os cômodos.

Elas são ótimas para deixar o ambiente mais dinâmico e moderno, de acordo com o estilo de vida e as necessidades do morador! Na hora de escolher o material, converse com seu arquiteto! Caso queria um ambiente mais iluminado, escolha as portas de acrílico ou vidro, pois elas não impedem a passagem de luz. Mas, se você deseja mais discrição, você pode aproveitar o acabamento das paredes na porta, escondendo até mesmo os trilhos de correr.

No entanto, se a ideia é destacar a porta, você pode pinta-la de uma cor mais chamativa e usar ferragens aparentes! Já pensou?

Inspire-se:

correr2

correr4

correr3

correr1