-

Ahh, as ESTANTES!

As estantes estão por toda parte! Anteriormente encontradas mais em escritórios ou bibliotecas, hoje em dias as estantes podem ser até protagonistas de ambientes sociais, sala de estar, de jantar, entre outros.

Elas dão um toque de personalidade à decoração, já que nelas podem estar fotos, objetos de viagens, livros, e tudo que for a sua cara! Além do visual, nada como uma estante para ajudar na organização dos objetos de um ambiente.

Confira algumas dicas e exemplos de estantes para os seus ambientes:

01

03Projeto Tania Eustaquio.

EstantesEstante vazada de MDF ebanizado ocupa o lugar de uma parede demolida. Projeto Paula Andrade e Marcus La Motta.

04Projeto Antonio Ferreira Júnior e Mario Celso Bernardes.

08Projeto Adriana da Riva.

05Em losangos, da Dominox – Projeto Ana Buratto.

09

 

07Laqueadas de azul, com fitas de LED – Projeto Ana Luiza Almeida Prado Sawaia.

06Casa Cor Alagoas – Projeto Juliana Lyra Fialho Breda e Solange Costa Chroniaris.

10

 

Fonte projetos: casa.abril.com.br

 

 

Conhecendo um pouco mais sobre o PÉ DIREITO DUPLO

A altura do pé direito duplo, que ultrapassa os 5 metros, traz imponência ao ambiente e uma sensação de liberdade para quem está nele! Essa técnica arquitetônica acrescenta diversas características e vantagens ao projeto.

A altura padrão das residências é de 2,70m; acrescentando forro e espessura da laje, fica perto dos 3m, sendo então o pé direito duplo de aproximadamente 6m. Os prédios comerciais e industriais são projetados de acordo com as necessidades de cada setor, e quase sempre são maiores do que o padrão residencial.

Anteriormente mais presente em edifícios públicos, comerciais e salões, o uso do pé direito duplo em residências aumentou a partir das décadas de 40 e 50, com intuito de se criar halls. Hoje em dia, a técnica é usada em projetos e ambientes variados.

Confira algumas características que o pé direito duplo proporciona:

01____Casa Cor Alagoas – projeto Amanda Vilela e Mariana Abdala – Cozinha com terraço.

02___

 

03___Casa ao Cubo – projeto Denise Barreto (Foto: Tuca Reinés).

03-salas-de-jantar-expostas-na-casa-cor-2014Casa Cor São Paulo – Rodrigo Costa e Alessandra Marques – Lounge Gourmet da Brastemp.

04___

 

05___


06___

loft.ind14Loft – projeto Diego Revollo

Para amenizar o desconforto acústico, ou eco que a altura elevada do pé direito pode gerar, basta fazer uso de materiais que abafam o som, como tecidos nas paredes, cortinas em tecido nas janelas, forros de gesso, móveis de madeira, tapetes.

 

 

 

Algarve – belezas de Portugal

A região de Algarve, em Portugal, é repleta de belezas naturais, culturais e arquitetônicas! As principais e agitadas cidades são Faro (capital da região), Lagos, Portimão e Albuferia. Os destinos mais tranquilos e igualmente belos são Aljezur, Olhão e Alcoutim.

albuferia PORTUGAL 2011  (Albuferia)

Em visita à quente e badalada cidade de Albuferia, as construções claras em vários desníveis chamam bastante atenção, e formam uma linda vista! A cidade foi povoada inicialmente pelos romanos, que a nomearam Baltum. Depois pelos árabes, que a batizaram Al-buhera (“pequena do mar”). O domínio mouro, que durou mais de cinco séculos, deixou muitas heranças arquitetônicas para o local.

A zona de Albuferia possui uma das maiores concentrações de bandeiras azuis (símbolo europeu para a alta qualidade das praias), e atrai muitos turistas por essas belezas naturais, águas cristalinas, pela pintura expressionista de João Bailote e pelo agito do local.

Pelas ruas, é possível observar a arquitetura Estilo chão, desenvolvido durante o domínio filipino em Portugal e Espanha, estilo com um estrutura clara e robusta, com superfícies lisas e pouca decoração.

lagos PORTUGAL 2011(Lagos)

O verão na região é bastante quente. Por isso, as fachadas são, em sua maioria, claras, proporcionando maior conforto térmico interno; além de uma vista incrível aos turistas encantados como eu!! :)

bolsa02 (1)

patri_17

patri_20

 

(Imagens: Betadecora e albufeira.pt)

 

CONTAINER na arquitetura

O container foi inventado em 1937 pelo americano Malcolm McLean, e revolucionou a indústria de transportes. Em vez de deixa-los abandonados, nada melhor que reaproveita-los para criar espaços, moradias, escritórios, cafés, hotéis, experimentando novos conceitos e desenhos no design e arquitetura; e com menores custos, se comparado a construções convencionais. Já há alguns anos, o container se tornou uma grande novidade no quesito reaproveitamento!

Feitos de aço, os containers são resistentes e têm longa durabilidade. Além disso, são leves e confeccionados sob uma padronização para o perfeito encaixe. Nas construções, é ideal forrá-los com isolante térmico. É possível usar tintas à base d’água, painéis solares, teto verde, entre outros elementos que tornam a construção ainda mais sustentável.

E ainda pode ser bem bacana unir o conceito do container a uma construção convencional já existente, readequando ou otimizando seu uso.

Confira alguns projetos super modernos pelo Brasil e pelo mundo:

CONTAINERCITY_2210000bContainer City, na Inglaterra. Concebida pela Urban Space, é um conglomerado de containers de vários formatos, encaixados flexivelmente, criando uma construção modular altamente versátil, que oferece acomodações elegantes e acessíveis para uma gama de utilizações.

 

9-sala-de-espera

 

10-sala-de-espera_agencia 99 cidade caboSala de espera da Agência 99c, na Cidade do Cabo, África do Sul – projeto Inhouse Brand Architects.

 

i265321

decameron_mk27Loja Decameron, em São Paulo – projeto Studio MK27.

 

container-house-9Casa de hóspedes, nos EUA – projeto Poteet Architects.

 

8-banheiro eco-transportavel casa cor bhBanheiro eco-transportável, Casa Cor Belo Horizonte – projeto Sérgio Viana e Jonathas Vallev (modificados para aproveitar a luz natural).

 

casaecozinha.com_casa_casacor_2015_conteinerCasa Container, Casa Cor SP 2015 – projeto Daniel Kalil e Karinna Buchalla. Casa completa, com deck e piscina.

 

cafe container sao pauloCafé Container, em São Paulo.

 

0t9a9533Cozinha Container – 13ª Expo Revestir – Projeto Vitor Penha. (Foto: Edu Castello)